quarta-feira, 29 de setembro de 2010

LA GIOCONDA DI VENEZIA by Marco Angeli


Há alguns dias terminei aqui a pintura
em que retrato Veneza, por encomenda de um grande
amigo. Essa obra será um presente á uma mulher que,
como eu, ama e sente saudade dessa cidade mágica.
O nome dessa pintura, La Gioconda di Venezia, é também
uma homenagem minha à outra Gioconda,
Geórgia Gioconda Aguillar, grande amiga, grande artista.
Que também ama Veneza.
E mora ao lado do mar.

La Gioconda di Venezia, detalhe da pintura

La Gioconda di Venezia, 110 x 100 cm,  carvão e acrílico sobre canvas.

Pintei a Veneza de 1950.
Mas Veneza é, e sempre será eterna.

Marco Angeli, setembro de 2010

5 comentários:

  1. É um hino à Veneza,à mulher,aos vestidos de bolinha,à beleza !!!
    Prazeres eternos...como a cidade!
    bjbjbj
    Neusa

    ResponderExcluir
  2. Geórgia Gioconda Aguillar1 de outubro de 2010 11:26

    Venezia
    solta no tempo
    momento
    mágica
    sentimento
    arte .
    Gioconda
    olhar
    infinito
    pro infinito
    mar.
    Pensa
    Infinito
    no mistério
    da vida
    infinita
    como
    o mar.

    ResponderExcluir
  3. Geórgia Gioconda Aguillar1 de outubro de 2010 11:30

    Obrigada, por este momento inesquecível...bjbjbjbss
    Gioconda.

    ResponderExcluir
  4. Mesmo sem cor...me fez ver todas as cores. dinah7887@hotmail.com e gmail.com. dinahoda@ymail.com

    ResponderExcluir
  5. Mar (Sophia Andresen)

    Mar, metade da minha alma é feita de maresia
    Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,
    Que há no vasto clamor da maré cheia,
    Que nunca nenhum bem me satisfez.
    E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia
    Mais fortes se levantam outra vez,
    Que após cada queda caminho para a vida,
    Por uma nova ilusão entontecida.

    E se vou dizendo aos astros o meu mal
    É porque também tu revoltado e teatral
    Fazes soar a tua dor pelas alturas.
    E se antes de tudo odeio e fujo
    O que é impuro, profano e sujo,
    É só porque as tuas ondas são puras.

    Estas palavras traduzem o mar. traduzem a Gioconda...
    Geórgia Gioconda Aguillar.

    ResponderExcluir